Google começa a exibir conteúdo em formato de Stories nas buscas

Por enquanto, AMP Stories são exibidos em uma seção chamada "Visual stories"

Google lançou nesta terça-feira (13) uma nova funcionalidade para seu motor de buscas, que vai passar a exibir os chamados "AMP Stories". Sim, é exatamente isso que você está pensando: o Google vai passar a exibir conteúdo no formato Stories, como o Instagram e o Snapchat.

Na AMP Conf, que aconteceu hoje em Amsterdã, Holanda, a empresa anunciou uma parceria com nomes como CNN, Mashable, Vox Media, Cosmopolitan, Wired e Washington Post, que serão os primeiros a criar conteúdos no "novo formato". Ainda em caráter de testes, esses veículos poderão produzir e publicar conteúdo de natureza efêmera, que será exibido nos resultados de busca e reproduzido em tela cheia em dispositivos móveis — do jeitinho que estamos acostumados a ver nas redes sociais. A grande diferença fica por conta do AMP.

Foto: Canaltech
Foto: Canaltech

Se você não está familiarizado com o termo, o AMP é um padrão desenvolvido pela Google para acelerar o carregamento de sites, que abrem quase que instantaneamente em smartphones e tablets mesmo quando estamos usando a 3G/4G. Sendo assim, o Stories do Google fará uso dessa mesma tecnologia para tornar a experiência dos usuários o mais fluida e rápida possível, sem aquela sensação de tocar na história e esperar ela carregar infinitamente como às vezes acontece no Instagram.

Dificuldades e mistérios

Apesar do anúncio da novidade, ela ainda está em seus estágios iniciais. Prova disso é que ainda não há uma ferramenta oficial para criar os AMP Stories, e tudo precisa ser feito na unha, sob medida.

Mesmo assim, como o AMP é open source, a expectativa da Google é que logo surjam plugins de terceiros para facilitar o processo criativo e a publicação desse conteúdo. Falando nisso, ainda é um mistério como exatamente esse conteúdo será exibido aos usuários — por enquanto os AMP Stories vêm sendo exibidos numa seção a parte no Google em inglês.

Por enquanto, AMP Stories são exibidos em uma seção chamada
Por enquanto, AMP Stories são exibidos em uma seção chamada "Visual stories" nos resultados de busca e trazem listas com fotos, animações e vídeos (Foto: Captura de tela/Sergio Oliveira)

Outro mistério é quem exatamente poderá publicar conteúdos desse tipo. Obviamente, a Google deverá manter uma espécie de white list de parceiros aptos a divulgarem conteúdos assim, mas não foram revelados os critérios que serão utilizados para selecioná-los.

Finalmente, há de se notar que o anúncio feito hoje foi de uma versão voltada aos desenvolvedores, logo não há qualquer previsão de quando o AMP Stories estará disponível para todo o público.

Se você quiser testar o AMP Stories, basta acessar g.co/ampstories a partir do seu dispositivo móvel e procurar por parceiros como CNN, Washington Post, Wired ou Mashable.

Mais lidas nesse momento